Revista Produção Online https://www.producaoonline.org.br/rpo <p>A Revista Produção Online, uma revista da ABEPRO, objetiva qualificar e dar ampla visibilidade à produção científica da área de Engenharia de Produção e áreas correlatas.</p> Associação Brasileira de Engenharia de Produção pt-BR Revista Produção Online 1676-1901 <p>A Revista se reserva no direito de efetuar, no artigo publicado, alterações de ordem normativa, ortográfica e gramatical, com vistas a manter o padrão culto da língua, respeitando, porém, o estilo dos autores.</p><p>A obra publicada é de inteira responsabilidade do(s) autor(es), cabendo à Revista Produção Online apenas a avaliação da obra, na qualidade de veículo de publicação científica. A Revista Produção Online não se responsabiliza por eventuais violações à Lei nº 9.610/1998, Lei de Direito Autoral.</p><p>A revista Produção Online permite que o autor detenha o copyright dos artigos aceitos para publicação, sem restrições.</p><p>Esta obra está licenciada sob uma <a href="http://creativecommons.org/licenses/by/2.5/br/">Licença Creative Commons</a>.</p> Função de produção para uma empresa do setor aéreo brasileiro https://www.producaoonline.org.br/rpo/article/view/5165 <p>Dentre as companhias aéreas do mercado nacional, a Gol tem participação destacada. Desse modo, estimar a função de produção da companhia é importante para verificar a eficiência técnica da mesma, a fim de melhorar o seu desempenho em termos de produção. Sendo assim, o estudo tem como problema de pesquisa a análise da função de produção para a Gol, considerando os dados trimestrais da empresa entre os anos de 2003 e 2022 e a variável Passageiro por Quilômetro Pago Transportado (RPK) em milhões de reais como produto. O modelo, estimado pelo Método de Correção de Erros (MCE) com erros-padrão robustos, definiu as elasticidades parciais de produção para as variáveis de capital (Horas de Voo Totais Diárias) e de trabalho (Funcionários Efetivos no final do período), no curto e no longo prazo. Essas elasticidades mostraram que a produção é mais sensível a uma variação no insumo de capital, ou seja, é intensiva em capital. Ademais, como as elasticidades obtidas para o fator trabalho foram negativas, o mesmo apresentou produto marginal negativo, sendo necessárias medidas para aumentar a produtividade do mesmo de forma a alterar tais valores. No que tange aos retornos à escala, verificou-se para a empresa estudada, retornos decrescentes à escala no curto prazo, mas crescentes no longo prazo.</p> Beatriz da Rocha Silva Jader Fernandes Cirino Francisco Carlos da Cunha Cassuce Copyright (c) 2024 Revista Produção Online https://creativecommons.org/licenses/by/4.0 2024-05-15 2024-05-15 24 1 5165 5165 10.14488/1676-1901.v24i1.5165 Aplicação do business intelligence em logística https://www.producaoonline.org.br/rpo/article/view/5113 <p>A aplicação do <em>Business Intelligence</em> (BI) na logística tem se mostrado de grande importância, permitindo que empresas tomem decisões estratégicas baseadas em dados precisos e análises avançadas. Por isso, é de suma importância que as empresas façam uso de ferramentas de análise de dados visando o desenvolvimento de estratégias de gestão logística mais eficientes. Nesse sentido, este estudo tem como objetivo analisar os artigos que tratam dessa aplicação por meio da análise bibliométrica. A metodologia utilizada envolveu a busca de artigos em duas bases de dados, <em>Web of Science</em> e <em>Scopus</em>, que resultaram em 179 artigos publicados entre o período de 1997 a 2023. Para a pesquisa foram utilizados termos relacionados ao BI na logística e para a análise dos resultados obtidos, utilizou-se o pacote <em>Bibliometrix </em>do<em> software RStudio</em>, com o auxílio da ferramenta de visualização <em>Biblioshiny</em>. Com base nos resultados, foi evidenciado um aumento na produção científica neste tema a partir de 2015, com os países da Europa e Ásia contribuindo mais para esse crescimento, representando 11 dos 15 principais produtores. Neste contexto, o artigo mais citado pertence ao Reino Unido e trata-se das implicações práticas do <em>Big Data</em> na gestão da cadeia de suprimentos. Diante disso, o <em>Big Data analytics</em> está entre os tópicos mais emergentes, pois é uma metodologia que utiliza diversas ferramentas para analisar e extrair informações valiosas a partir de grandes volumes de dados, o que permite a otimização da cadeia de suprimentos. Outros tópicos frequentes no estudo foram “<em>Firm Performance</em>”, “<em>Impac</em>t” e “<em>Data Quality</em>” revelando tendências das pesquisas. Essa análise contribui para uma compreensão aprofundada da evolução e tendências da aplicação do BI na logística, fornecendo insights valiosos para pesquisadores, profissionais e tomadores de decisão.</p> Francisco Lucas Nascimento Sara Monaliza Sousa Nogueira Lucelindo Dias Ferreira Junior Sandro Alberto Vianna Lordelo Copyright (c) 2024 Revista Produção Online https://creativecommons.org/licenses/by/4.0 2024-04-06 2024-04-06 24 1 5113 5113 10.14488/1676-1901.v24i1.5113 Decomposição otimizada de matrizes estruturais de projetos em módulos utilizando algoritmos genéticos https://www.producaoonline.org.br/rpo/article/view/4886 <p>Com a alta demanda por variedade de produtos, as empresas têm buscado alternativas eficientes para a oferta dessa diversidade. A adoção de projetos de produtos modulares tem sido comum pelas companhias, por isso esta pesquisa apresenta uma proposta de como decompor, de forma otimizada, matrizes estruturais de projetos em módulos. Para tal, a métrica de modularidade (MI) foi empregada como função objetivo em um algoritmo de otimização evolutiva, e o modelo obtido foi aplicado a estudos existentes na literatura. O método se mostrou uma boa alternativa de decomposição otimizada de matrizes estruturais de projetos em módulos quando comparado às técnicas apresentadas em estudos anteriores. Este trabalho contribui academicamente ao utilizar a métrica MI como função objetivo de um algoritmo de otimização evolutiva. Gerencialmente, entrega uma ferramenta ágil e eficaz para a gestão do dilema variedade-custo enfrentado pelas companhias.</p> Guilherme Augusto Capellari da Silva Leandro Gauss Fabio Antônio Sartori Piran Daniel Pacheco Lacerda Copyright (c) 2024 Revista Produção Online https://creativecommons.org/licenses/by/4.0 2024-05-15 2024-05-15 24 1 4886 4886 10.14488/1676-1901.v24i1.4886 Critérios de decisão para o investimento em startups em estágios iniciais https://www.producaoonline.org.br/rpo/article/view/5214 <p>O crescente interesse de investidores em incorporar <em>startups</em> em seus portfólios de investimentos é acompanhado por uma, também crescente, preocupação em relação ao risco associado a essa modalidade de investimento. Conhecer os critérios que influenciam o sucesso de uma startup se mostra crucial, para otimizar e maximizar as chances de retornos positivos para os investimentos realizados. A partir de informações da literatura, editais e relatórios de atores do ecossistema, o presente artigo apresenta uma análise dos critérios utilizados nas decisões de investimento em <em>startups</em> em estágios iniciais, com o propósito de informar e apoiar a tomada de decisão de novos investidores, nesse segmento, no cenário nacional. Destaca também, o papel crucial do empreendedor e sua equipe, cujo comprometimento, e integridade se mostram fundamentais. Este estudo contribui para um entendimento aprofundado dos critérios que direcionam o sucesso de <em>startups</em>, oferecendo importantes subsídios para que investidores possam alinhar suas estratégias e expectativas com o potencial de crescimento das <em>startups</em> em seus portfólios. Além disso, fornece aos empreendedores, uma orientação para definir metas e estratégias que os ajudem a tomar decisões adequadas e atrair o interesse dos investidores.</p> Marina Battistella Luna Paulo de Tarso Mendes Luna Caroline Rodriguez Vaz Copyright (c) 2024 Revista Produção Online https://creativecommons.org/licenses/by/4.0 2024-05-15 2024-05-15 24 1 5214 5214 10.14488/1676-1901.v24i1.5214 Proposta de layout para uma fábrica de alfajores utilizando o método SLP https://www.producaoonline.org.br/rpo/article/view/5131 <p>Este artigo propõe a aplicação do modelo de Planejamento Sistemático de Layout (SLP) em um contexto prático, apresentando um estudo sobre a importância do arranjo físico na busca pela produtividade e eficiência em uma empresa. O objetivo principal é desenvolver um projeto de layout para uma fábrica fictícia de alfajores. A metodologia adotada compreende o estudo da sequência de fases do SLP e a aplicação de suas ferramentas. A análise abrange desde a definição do local ideal para a empresa até a avaliação de três alternativas de layout para a fábrica, considerando aspectos como produção, matéria-prima, equipamentos, roteiro de fabricação, diagrama de afinidades e de inter-relações. Os resultados obtidos por meio da utilização do SLP são conclusivos, destacando-se a alternativa de layout escolhida, que atendeu a 65,71% das importâncias ponderadas. Esta escolha foi embasada em estudos aprofundados e fundamentados teoricamente, proporcionando uma compreensão mais robusta sobre o tema em questão. Além da proposta prática, este estudo contribui para a literatura ao aplicar o SLP em um contexto específico, fornecendo insights valiosos sobre a gestão eficiente de fábricas. A importância do tema transcende o escopo deste projeto, relacionando-se com desafios contemporâneos na otimização de processos industriais. Em suma, este artigo não apenas apresenta uma aplicação prática do SLP em um ambiente fabril fictício, mas também contribui para o avanço do conhecimento sobre o Planejamento Sistemático de Layout e sua relevância na gestão de processos produtivos.</p> Lisiane Corrêa Bitencourt Karoline dos Santos Baldez Diullen Gonçalves Lopes Paula de Oliveira Pedroso Carla Beatriz da Luz Peralta Copyright (c) 2024 Revista Produção Online https://creativecommons.org/licenses/by/4.0 2024-04-06 2024-04-06 24 1 5131 5131 10.14488/1676-1901.v24i1.5131 Análise dos fatores-chave de sucesso para a mitigação de riscos operacionais em cadeia de suprimentos no contexto omnichannel https://www.producaoonline.org.br/rpo/article/view/5029 <p>As cadeias de suprimentos enfrentam diversos desafios, como a complexidade da gestão de fornecedores, a incerteza da demanda e os riscos operacionais, que podem afetar sua eficiência e eficácia. Diante desse contexto, a estratégia omnichannel surge como uma forma de integrar canais de venda e comunicação para proporcionar uma experiência de interação eficiente ao cliente. Assim, esse trabalho possui como objetivo abordar as dificuldades enfrentadas pelas cadeias de suprimentos na mitigação de riscos no contexto omnichannel. Neste sentido, é realizado uma revisão sistemática da literatura, identificando fatores chaves de risco e estratégias de mitigação dos mesmos. Especialistas foram consultados para priorizar os fatores de mitigação, utilizando-se o método Analytic Hierarchical Process (AHP), os fatores foram identificados na revisão sistemática da literatura, considerando a sua relevância e impacto na gestão de cadeias de suprimentos no ambiente omnichannel. Além disso, uma empresa varejista foi analisada para discutir as peculiaridades da gestão de riscos em cadeias de suprimentos no contexto do omnichannel. Os resultados obtidos destacaram a importância da tecnologia, da integração dos sistemas de informação, do estoque e da percepção do cliente como fatores-chave de sucesso na mitigação dos riscos operacionais. Este estudo proporciona insights sobre a gestão de riscos em cadeias de suprimentos no contexto do omnichannel.</p> Leonardo Melo Delfim Maria Silene Alexandre Leite Copyright (c) 2024 Revista Produção Online https://creativecommons.org/licenses/by/4.0 2024-04-06 2024-04-06 24 1 5029 5029 10.14488/1676-1901.v24i1.5029