Contemplando a subjetividade do ‘target costing’: uma abordagem experimental baseada nos conceitos da lógica ‘Fuzzy’

José Alonso Borba, Fernando Dal-Ri Murcia, César Duarte Souto-Maior

Resumo


O target costing (custo-meta) foi desenvolvido com o objetivo de avaliar a decisão de se produzir ou não um determinado produto a partir de seu preço de venda. Entretanto, por se tratar de informações estimadas e imprecisas o processo do target costing apresenta uma subjetividade inerente que, quando não levada em conta, pode prejudicar o processo de tomada de decisão que um gestor enfrenta no complexo ambiente organizacional. O objetivo deste estudo é apresentar uma metodologia baseada na lógica fuzzy (nebulosa) para modelar a incerteza e a subjetividade inerente ao processo do custo meta. Para isso, foi desenvolvido um modelo relativamente simples, a produção e a venda de raquetes de tênis. A construção do modelo conceitual de target costing envolveu o processo de fuzzificação e defuzzificação das entradas discretas dos componentes de custo do produto. Esse modelo foi implementado com auxílio do software FuzzyTECH®. Os resultados encontrados neste estudo evidenciam que o target costing pode ser aprimorado com o auxilio da lógica fuzzy.


Palavras-chave


lógica nebulosa, custo-meta, custo alvo, sistemas especialistas.

Texto completo:

artigo como citar ♪audio♪


DOI: https://doi.org/10.14488/1676-1901.v8i4.140

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM


R. Eletr. de Eng. de Produção e Correlatas - ISSN 1676-1901 Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. © 2002 / Todos os direitos reservados Associação Brasileira de Engenharia de Produção (ABEPRO) Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC).                           Contato: producaoonline@gmail.com