Os esforços de inovação e sua relação com alguns indicadores de desempenho do negócio

Fernanda Lazzari, Rodrigo Eduardo Bampi, Gabriel Sperandio Milan

Resumo


Os recursos disponíveis nas empresas, uma vez que sejam capazes de gerar valor, poderão promover uma vantagem comparativa da mesma em relação aos concorrentes, as quais se desenvolverão, em nível macro, por meio da qualidade superior, eficiência e eficácia e de inovações; e, em nível micro, com base em um desempenho financeiro superior. O estudo, a partir da adoção de técnicas de análises quantitativas (estatística descritiva e análise de regressão linear múltipla), observou, sob a perspectiva da Teoria da Vantagem Comparativa, que os esforços de inovação realizados pelas empresas brasileiras de capital aberto estão alinhados com uma performance superior das mesmas. Os resultados mostram que os indicadores de desempenho financeiro ROE e ROA apresentaram diferença significativa entre os grupos de empresas “Inovadoras” e “Sem Inovação.

Palavras-chave


Inovação. Teoria da Vantagem Comparativa. Indicadores de Desempenho. Desempenho Financeiro. Competitividade.

Texto completo:

ARTIGO ♪ÁUDIO♪


DOI: https://doi.org/10.14488/1676-1901.v14.i1.1428

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM


R. Eletr. de Eng. de Produção e Correlatas - ISSN 1676-1901 Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. © 2002 / Todos os direitos reservados Associação Brasileira de Engenharia de Produção (ABEPRO) Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC).                           Contato: producaoonline@gmail.com