Utilização de controle estatístico de processo na avaliação do desempenho acadêmico

Ezequiel Gibbon Gautério, Viviane Leite Dias de Mattos

Resumo


O objetivo deste estudo foi investigar alguns indicadores do desempenho acadêmico (quantidade de estudantes por turma, taxa de evasão, taxa de reprovação e notas obtidas pelos estudantes) para tentar identificar um padrão de comportamento que possibilitasse implementar melhorias no processo de ensino-aprendizagem. A amostra investigada foi composta por cinco turmas, oferecidas a cursos de graduação em Engenharia, as quais foram acompanhadas por três anos. Inicialmente foi realizada uma análise exploratória com técnicas analíticas e gráficas. Uma análise de variância complementada com o teste de Tukey investigou algumas fontes de variabilidade, fornecendo subsídios para a construção dos gráficos de controle. Encontraram-se evidências de que turmas com maior quantidade de estudantes estão associadas a maiores taxas de reprovação e a médias mais baixas e de que cursos que têm a disciplina mais tarde na estrutura curricular obtiveram médias mais altas. Os resultados encontrados mostraram que, embora tenham sido detectadas algumas causas especiais interferindo no processo, foi possível estabilizá-lo para que fosse monitorado.


Palavras-chave


Qualidade. Gráficos de Controle. Otimização de Processos. Desempenho Acadêmico.

Texto completo:

ARTIGO ♪ÁUDIO♪


DOI: https://doi.org/10.14488/1676-1901.v14i2.1592

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM


R. Eletr. de Eng. de Produção e Correlatas - ISSN 1676-1901 Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. © 2002 / Todos os direitos reservados Associação Brasileira de Engenharia de Produção (ABEPRO) Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC).                           Contato: producaoonline@gmail.com