Intervenção ergonômica e melhoria da produtividade: é possível?

Gilberto Jesus Avila, Anderson Braun

Resumo


Este trabalho teve como objetivo aplicar uma Análise Ergonômica do Trabalho (AET) e comparar os resultados de produtividade obtidos antes e depois da aplicação com vistas a demonstrar se após uma implantação de melhorias ergonômicas no ambiente de trabalho ocorre aumento da produtividade. O estudo foi realizado em empresa metalúrgica que produz peças estampadas para a indústria e fabrica produtos de marca própria. Foi explorado o conceito de ergonomia como método para facilitar a interação entre o homem e o seu trabalho dentro de um sistema de produção. Dentre os conceitos de produtividade, foi analisada a Produtividade de Fator Simples (single-factor productivity – SFP). A pesquisa se caracterizou por ser exploratória, teve como base a pesquisa-ação e se orientou pela busca de integração e complementariedade entre a análise qualitativa e a análise quantitativa. Os resultados demonstraram que a produtividade após a implantação da AET aumentou e que os operadores participantes referiram diminuição de dores e desconfortos após as melhorias.


Palavras-chave


Ergonomia. Análise Ergonômica do Trabalho – AET. Melhoria. Produtividade. Aumento da produtividade.

Texto completo:

PDF ♪ÁUDIO♪


DOI: http://dx.doi.org/10.14488/1676-1901.v16i4.2186

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM


R. Eletr. de Eng. de Produção e Correlatas - ISSN 1676-1901 Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. © 2002 / Todos os direitos reservados Associação Brasileira de Engenharia de Produção (ABEPRO) Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC).                           Contato: producaoonline@gmail.com