Interação universidade-empresa no estado do espírito santo: o papel das engenharias

Julia Fernandes, Érika de Andrade Silva Leal, Giovanni Persio Gonçalves, Rafael Buback Teixeira

Resumo


Este artigo analisa a interação universidade-indústria no Estado do Espírito Santo. É destacado o papel desempenhado pelos Grupos de Pesquisa das Engenharias entre os anos 2000 a 2010, com base nos dados do Diretório dos Grupos de Pesquisa do CNPq, opção Plano Tabular. A análise mostra que a interação universidade-indústria não foi expressiva, apesar da reorganização e expansão do sistema local de Ciência, Tecnologia e inovação (C,T&I). É ressaltado também que a contribuição das escolas de engenharia é mais para a formação de força de trabalho e geração de conhecimento do que para com as interações econômicas com as indústrias . Isso posto, o artigo enfatiza a necessidade de a universidade se tornar mais inovadora em sua abordagem / interações com o setor privado .

Palavras-chave


Interação Universidade-Empresa. Universidade Empresarial. Grupos de Pesquisa. Produção tecnológica. Engenharias.

Texto completo:

PDF ♪ÁUDIO♪


DOI: http://dx.doi.org/10.14488/1676-1901.v16i4.2355

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM


R. Eletr. de Eng. de Produção e Correlatas - ISSN 1676-1901 Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. © 2002 / Todos os direitos reservados Associação Brasileira de Engenharia de Produção (ABEPRO) Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC).                           Contato: producaoonline@gmail.com