Simulações como apoio a decisão em projeto produtivo para assentamento rural: um estudo de caso em Rosário do Sul – RS

Alexandre Afonso Meyer, Mario Conill Gomes

Resumo


O trabalho analisa riscos econômicos e financeiros para assentados rurais, através da combinação entre uma análise tradicional de negócios e uma análise simulada de resultados, visando promover o arbítrio de uma decisão melhor embasada. A pesquisa avaliou uma agroindústria, suprida por um sistema produtivo de leite em um assentamento rural, introduzindo elementos de aprofundamento a análise, na forma de simulações. O enfoque na produção e processamento de leite, como alternativa para um assentamento rural, foi projetado relacionando as variáveis de preços e custos das atividades. A construção do modelo simulado foi estruturada a partir do Valor Presente Líquido (VPL), submetido a simulações pelo método de Monte Carlo. As variáveis simuladas foram acolhidas por análise de sensibilidade, e os resultados obtidos no modelo demonstraram a probabilidade de 39,7% para um VPL negativo. Os elementos encontrados mostram que avaliações econômicas de sistemas simulados podem compor importantes ferramentas de apoio a projetos de investimentos de cunho coletivo em assentamentos rurais.


Palavras-chave


Agroindústria. Leite. Monte Carlo. Risco.

Texto completo:

PDF ♪ÁUDIO♪

Referências


ABRAMOVAY, R. Paradigmas do capitalismo agrário em questão. São Paulo: Edusp, 2012.

ANDOSEH, S.; BAHN, R.; GU, J. The case for a real options approach to ex-ante cost-benefit analyses of agricultural research projects. Food Policy, v. 44, p. 218-226, 2014. https://doi.org/10.1016/j.foodpol.2013.09.016

ANDRADE, E. L. Introdução à pesquisa operacional: métodos e modelos para análise de decisão. 2. ed. Rio de Janeiro: LTC S.A., 2000.

BANA E COSTA, C. A. Três convicções fundamentais na prática do apoio à decisão. Pesquisa Operacional, v. 13, n. 1, p. 9-20, 1993.

BANCO Central do Brasil. Histórico das taxas de juros fixadas pelo Copom e evolução da taxa Selic. 2014. Disponível em: https://www.bcb.gov.br/?COPOMJUROS. Acesso em: 24 mar. 2014.

BATALHA, M. O.; BUANAIN, A. M.; H. M. SOUZA, F. Tecnologia de gestão e agricultura familiar. gestão integrada da agricultura familiar. São Carlos: EduFScar 2005.

BELFIORE, P.; FÁVERO, L. P. Pesquisa operacional para cursos de administração, contabilidade e economia. Rio de Janeiro: Elsevier, 2012

BERGAMASCO, S. M. P. P. A. Realidade dos Assentamentos Rurais por Detrás dos Números. Revista Estudos Avançados, São Paulo, v. 11, p. 37-49, 1997. https://doi.org/10.1590/S0103-40141997000300003

BERTOLO, L. A. Risco, Orçamento de Capital e Diversificação. Finanças no Excel 2007, 2008. Disponível em: www.bertolo.pro.br/FinEst/Financas/Livro/CAPITULO%2011.pdf‎ Acesso em: 11 de ago. 2014.

BRUNI, A. L.; FAMÁ, R.; SIQUEIRA, J. O. Análise do risco na avaliação de projetos de investimento: uma aplicação do método de Monte Carlo. Caderno de Pesquisas em Administração, v. 01, n. 06, p. 62-75, 1998.

BUSSAB, W. O.; MORETTIN, P. A. Estatística básica. 6. Ed. São Paulo: Saraiva, 2010.

CARDOZO, O. et al. Producción intensiva de carne vacuna en predios de area reducida. INIA. Montevideo. v. 175, p. 100, 2008.

CHWIF, L.; MEDINA, A. C. Modelagem e simulação de eventos discretos: teoria e aplicações. 3. ed. São Paulo: Bravarte, 2010.

CURY, M. V. Q. Estatística: curso de educação continuada. Rio de Janeiro: Fundação Getúlio Vargas, 2004.

CHWIF, L.; MEDINA, A. C. Modelagem e simulação de eventos discretos: teoria e aplicações. 3. ed. São Paulo: Bravarte, 2010.

CHUNG, C. A. Simulation modeling handbook: a practical approach. Florida: CRC, 2004. https://doi.org/10.1201/9780203496466

FÁVERO, L. P.; BELFIORE, P. Pesquisa operacional para cursos de administração, contabilidade e economia. Rio de Janeiro: Elsevier, 2012.

FERNANDES, C. A. B. A. Gerenciamento de riscos em projetos: como usar o microsoft excel para realizar a simulação Monte Carlo. Curitiba: Centro Federal de Educação Tecnológica do Paraná 2005.

FRANÇA, F. M. C.; HOLANDA JÚNIOR, E. V.; SOUSA NETO, J. M. Análise da viabilidade financeira e econômica do modelo de exploração de ovinos e caprinos no Ceará por meio do sistema agrossilvipastoril. Brasília: PRODETAB, EMBRAPA e IICA. v. 42, n. 11, p. 287-308, 2011.

GÁL, T. M.; NAGY, L.; DÁVID, L. R. N.; VASA, L. S.; BALOGH, P. T. Technology Planning System as a Decision Support Tool for Dairy Farms in Hungary. Acta Polytechnica Hungarica, v.10, 2013. https://doi.org/10.12700/APH.10.08.2013.8.15

GAVIRA, M. O. Simulação computacional como uma ferramenta de aquisição de conhecimento. 2003. 150f. Dissertação (Mestrado em Engenharia de Produção) - Escola de Engenharia de São Carlos, Universidade de São Paulo, São Carlos, 2003.

GONZALES, C. A. Simulacion de sistemas: aplicaciones em produccion animal. Santiago, Chile: Pontifícia Universidad Católica de Chile, 1997.

LAPPONI, J. C. Projetos de investimento: construção e avaliação do fluxo de caixa: modelos em excel. São Paulo: Lapponi Treinamento, 2000.

LEITE, S. Orçamentos familiares e estratégias socioeconômicas em assentamentos rurais. Revista Estudos Sociedade e Agricultura. Rio de Janeiro, v. 21, p. 118-151, 2003.

LIMA, A. P. B. et al. Administração da unidade de produção familiar: modalidades de trabalho com agricultores. 3.ed. Ijuí,1995.

LYRA, G. B. et al. Viabilidade econômica e risco do cultivo do mamão em função da lâmina de irrigação e doses de sulfato de amônio. Acta Scientiarum Agronomy, v. 32, n. 3, p. 547-554, 2010. https://doi.org/10.4025/actasciagron.v32i3.2451

MENDES, J. T. G.; PADILHA JUNIOR, J. B. Agronegócio: uma abordagem econômica. Pearson Prentice Hall, 2007.

MEYER, A. A.; GOMES, M. C. Apoio a decisão de negócio em assentamento rural utilizando uma metodologia multicriterial. Espacios. Caracas, v. 37, 2016.

MONTE, P. A.; PEREIRA, A. E. S. Um Estudo Regional dos Determinantes da Geração de Renda e Construção da Cidadania nos Projetos de Assentamentos. Revista de Economia e Sociologia Rural, v. 47, p. 1023-1040, 2009. https://doi.org/10.1590/S0103-20032009000400010

MOREIRA, R. C. et al. Viabilidade econômica da agroindústria familiar rural de Frutas na Zona da Mata Mineira. Revista de Economia e Agronegócio. v. 5, p. 187-206, 2007.

NARDELLI, P. M.; MACEDO, M. A. S. Análise de um Projeto Agroindustrial Utilizando a Teoria de Opções Reais: a opção de adiamento. Economia e Sociologia Rural. São Paulo, v. 4, p. 941-966, 2012. https://doi.org/10.1590/S0103-20032011000400006

NAVARRO, Z. A agricultura familiar no Brasil: entre a política e as transformações da vida econômica. In: GASQUES, J. G.; VIEIRA FILHO, J. E. R.; NAVARRO, Z. A agricultura brasileira: desempenho, desafios e perspectivas. Brasília: IPEA, 2010.

NORDER, L. A. C. Assentamentos rurais: casa, comida e trabalho.151 Dissertação (Mestrado) - Instituto de Filosofia e Ciências Humanas, Unicamp, Campinas, 1997.

NORONHA, J. F. Projetos agropecuários: administração financeira, orçamento e viabilidade econômica. 2. Ed. São Paulo: Atlas, 1987.

PAYÉS, A. M.; SILVEIRA, M. A. A Racionalidade econômica do empresário familiar. CNPMA, C. N. D. P. D. M. E. A. D. I. A. Jaguariúna,SP: Embrapa, 1997.

PICCIN, M. B. Assentamentos Rurais e Geração de Renda: Posição Social Restringida, Recursos Socioculturais e Mercados. Economia e Sociedade. Campinas, v. 21, p. 115-141, 2012. https://doi.org/10.1590/S0104-06182012000100005

PONCIANO, N. J. et al. Análise de viabilidade econômica e de risco da fruticultura na Região Norte Fluminense. Revista de Economia e Sociologia Rural. v. 42, p. 615-635, 2004. https://doi.org/10.1590/S0103-20032004000400005

PRADO, D. Teoria das filas e da simulação. 4. ed. Belo Horizonte: Nova Lima, 2009.

SILVA, W. F. Contribuição da simulação de Monte Carlo na projeção de cenários para gestão de custos na área de laticínios. 2004. 137 Dissertação (Mestrado) - Engenharia de Produção, Universidade Federal de Itajubá, Itajubá.

SIMON, H. A. Administrative behavior: a study of decision-making processes in administrative organizations. 4.ed. New York: 1997.

SOLANO, C. et al. Who makes farming decisions? a study of Costa Rica dairy farmers. Agricultural Systems, v. 67, p. 181-199, 2001. https://doi.org/10.1016/S0308-521X(00)00053-6

STATPLUS®: Mac LE. Analyst Soft Inc: programa de análise estatística. 2009. Disponível em: http://www.analystSoft.com/br/.

STEVENSON, W. J. Estatística aplicada à administração. São Paulo: Harper & Row do Brasil, 1981

TAVARES, B. S. et al. Análise de risco e otimização de recursos hídricos e retorno financeiro em nível de fazenda. Revista Brasileira de Engenharia Agrícola e Ambiental. Campina Grande. v. 15, p. 338-346, 2011. https://doi.org/10.1590/S1415-43662011000400002

TRIGEORGIS, L.; MASON, S. P. Valuing managerial flexibility. Midland Corporate Finance Journal, v. 5, n. 1, p14-21, 1987.

ZDANOWICZ, J. E. Fluxo de caixa: uma decisão de planejamento e fluxo financeiros. 5. ed. Porto Alegre: Sagra Luzzatto, 1992.




DOI: https://doi.org/10.14488/1676-1901.v19i4.3025

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM


R. Eletr. de Eng. de Produção e Correlatas - ISSN 1676-1901 Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. © 2002 / Todos os direitos reservados Associação Brasileira de Engenharia de Produção (ABEPRO) Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC).                           Contato: producaoonline@gmail.com