Mecanismos de coordenação no canal de distribuição automotivo: algumas contribuições

Autores

  • Heloisa Sousa Ribeiro Ferreira Universidade Federal de São Carlos, São Carlos, SP
  • Rosane Lúcia Chicarelli Alcantara UFSCAR

DOI:

https://doi.org/10.14488/1676-1901.v11i3.461

Palavras-chave:

cadeia de suprimentos automotiva, canal de distribuição, mecanismos de coordenação

Resumo

Além da necessidade de gerenciar suas atividades internas, os agentes da cadeia de suprimentos têm como desafio a coordenação e a gestão entre todos seus elos. A literatura destaca ferramentas gerenciais e organizacionais, chamadas também de práticas de coordenação, que podem auxiliar no desempenho destas atividades. O objetivo do trabalho é identificar e avaliar os benefícios alcançados com o uso e aplicação de algumas práticas no canal de distribuição automotivo brasileiro. Considera-se este um estudo teórico-empírico, de natureza exploratória, que fez uso do estudo de caso como método de pesquisa. Em relação à identificação do uso das práticas de coordenação, os resultados obtidos demonstram que todas as práticas estudadas estão presentes no relacionamento montadora-canal de distribuição. Porém, quanto à avaliação dos benefícios alcançados existem diferenças entre as avaliações da montadora e das concessionárias

Downloads

Não há dados estatísticos.

Publicado

2011-09-06

Como Citar

Ferreira, H. S. R., & Alcantara, R. L. C. (2011). Mecanismos de coordenação no canal de distribuição automotivo: algumas contribuições. Revista Produção Online, 11(3), 619–647. https://doi.org/10.14488/1676-1901.v11i3.461

Edição

Seção

Artigos