Mecanismos de coordenação no canal de distribuição automotivo: algumas contribuições

Heloisa Sousa Ribeiro Ferreira, Rosane Lúcia Chicarelli Alcantara

Resumo


Além da necessidade de gerenciar suas atividades internas, os agentes da cadeia de suprimentos têm como desafio a coordenação e a gestão entre todos seus elos. A literatura destaca ferramentas gerenciais e organizacionais, chamadas também de práticas de coordenação, que podem auxiliar no desempenho destas atividades. O objetivo do trabalho é identificar e avaliar os benefícios alcançados com o uso e aplicação de algumas práticas no canal de distribuição automotivo brasileiro. Considera-se este um estudo teórico-empírico, de natureza exploratória, que fez uso do estudo de caso como método de pesquisa. Em relação à identificação do uso das práticas de coordenação, os resultados obtidos demonstram que todas as práticas estudadas estão presentes no relacionamento montadora-canal de distribuição. Porém, quanto à avaliação dos benefícios alcançados existem diferenças entre as avaliações da montadora e das concessionárias


Palavras-chave


cadeia de suprimentos automotiva, canal de distribuição, mecanismos de coordenação

Texto completo:

PDF/A ♪AUDIO♪


DOI: https://doi.org/10.14488/1676-1901.v11i3.461

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM


R. Eletr. de Eng. de Produção e Correlatas - ISSN 1676-1901 Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. © 2002 / Todos os direitos reservados Associação Brasileira de Engenharia de Produção (ABEPRO) Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC).                           Contato: producaoonline@gmail.com