A aplicação do método FMEA e suas implicações no planejamento de uma microempresa rural: estudo de caso da Granja Oliveira

Autores

  • Caio César de Medeiros Costa Universidade Federal de Viçosa
  • Leandro Gomes de Oliveira Universidade Federal de Viçosa
  • Lydia Bruna da Costa Lima Universidade Federal de Viçosa
  • Viviani Silva Lírio Universidade Federal de Viçosa

DOI:

https://doi.org/10.14488/1676-1901.v11i3.765

Palavras-chave:

Gestão da qualidade, planejamento, micro empresa rural, frango de corte e falhas.

Resumo

A produção de frangos de corte, apesar do crescente espaço de mercado, ainda enfrenta importantes desafios na produção, tanto em nível básico quanto industrial. Nesse âmbito, este artigo resume as principais conclusões obtidas pela aplicação do método FMEA de hierarquização de falhas em uma granja de frango de corte, avaliando, também, as implicações sobre seu planejamento. Este estudo utilizou uma abordagem de estudo de caso, e a pesquisa, quanto aos objetivos, se caracteriza com descritiva. Os resultados mostraram que os problemas mais frequentes foram de caráter sanitário - frangos doentes e morte de frangos - tendo por origens principais falta de vacinação e excesso na capacidade de lotação da granja. Observou-se a adequação metodológica, pois o método FMEA contribuiu, entre outros pontos, para a resolução dos chamados problemas estruturados, uma vez que, pela implantação do método, foi possível conhecer melhor os possíveis erros e falhas que, por ventura, possam vir a ocasionar esses problemas, dando ao gestor segurança no tratamento dessas questões e possibilitando a realização de um planejamento. Espera-se, com esta pesquisa, contribuir para o aprimoramento da gestão de granjas de frango de corte e, de forma indireta, apoiar a melhoria da rentabilidade dos avicultores pela sua conscientização acerca da importância da aplicação de ferramentas de gestão da qualidade.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Leandro Gomes de Oliveira, Universidade Federal de Viçosa

Graduado em Gestão do Agronegócio na Universidade Federal de Viçosa. Tem experiência na área de Economia, com ênfase em Economia Agrária e Economia dos Recursos Naturais e planejamento da empresa rural.

Lydia Bruna da Costa Lima, Universidade Federal de Viçosa

Graduanda em Ciências Contabéis pela UFV.Atua principalmente nas áreas de administração pública, pequenas e médias empresas e conselhos gestores.

Viviani Silva Lírio, Universidade Federal de Viçosa

Graduou-se em Ciências Econômicas pela Universidade Federal do Espírito Santo em 1994, tendo obtido o título de Doutora em Economia Rural no ano de 2001. Desde janeiro de 1998, faz parte do corpo docente do Departamento de Economia Rural da Universidade Federal de Viçosa, atuando como orientadora e pesquisadora, prioritariamente nas áreas de mercados agroindustriais e formação de preços, cadeias agroindustriais (com destaque para a cafeicultura, bovinocultura de corte, fruticultura, sojicultura, fruticultura e horticultura ornamental), mercado internacional e modelos de equilíbrio geral. Mais recentemente, expandiu atuação e pesquisa na área de Mercados Futuros, sendo responsável pela disciplina Mercados Futuros Agropecuários, ministrada para os cursos de Gestão do Agronegócio, Economia e Agronomia. Em 2009 passou a ser pesquisadora do CNPq. É, também, parecerista de diferentes periódicos e atua como parecerista Ad-hoc junto a diferentes instituições, com destaque para a Embrapa e FAO.

Publicado

2011-09-06

Como Citar

Costa, C. C. de M., de Oliveira, L. G., Lima, L. B. da C., & Lírio, V. S. (2011). A aplicação do método FMEA e suas implicações no planejamento de uma microempresa rural: estudo de caso da Granja Oliveira. Revista Produção Online, 11(3), 757–778. https://doi.org/10.14488/1676-1901.v11i3.765

Edição

Seção

Artigos