Apreciação Ergonômica da Cabina de Tratores Agrícolas - Visibilidade

Mauro Tavares Menegas, Arno Udo Dallmeyer, Fernando Scholosser

Resumo


Este trabalho apresenta um estudo da perda visual do operador de um trator agrícola durante o seu trabalho no campo comparando-se um trator cabinado e não-cabinado. A metodologia utilizada foi definida pela Norma ISO 5721/81: Agricultural tractors – Operator´s field of vision. Foram determinados os campos visuais A, B e C a partir da posição dos olhos do operador nos planos 0°, +30° e -20°. Nesses planos foram calculados os efeitos-máscara causados por cada um dos obstáculos. No plano ao nível do solo determinou-se a perda visual pela projeção das sombras em cada campo visual. Os resultados obtidos demonstraram que a utilização da cabina diminui o campo de visão do operador nos campos B e C em todos os planos 0°, +30° e -20° e que no campo A se mantêm os mesmos valores em cada plano. Ao nível do solo, a perda de visibilidade é muito maior no campo visual B e mínima em A e C.

Palavras-chave


visibilidade, campos visuais, perda visual.

Texto completo:

Artigo


DOI: https://doi.org/10.14488/1676-1901.v6i1.82

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM


R. Eletr. de Eng. de Produção e Correlatas - ISSN 1676-1901 Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. © 2002 / Todos os direitos reservados Associação Brasileira de Engenharia de Produção (ABEPRO) Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC).                           Contato: producaoonline@gmail.com