Programação de tarefas baseada em curvas de aprendizado para linhas de produção customizadas

Michel J. Anzanello, Flavio S. Fogliatto

Resumo


A manufatura de produtos personalizados, também conhecida como customização em massa, implica no aumento da variedade de modelos e demanda redução no tamanho dos lotes de produção. Tarefas que dependem da habilidade humana são especialmente afetadas nesse contexto, visto que os trabalhadores precisam se adaptar às características do novo modelo. Esse processo de adaptação dificulta a operacionalização de técnicas de programação de tarefas, uma vez que o tempo de processamento da tarefa é de difícil determinação. Este artigo integra informações oriundas da modelagem de curvas de aprendizado a heurísticas de programação de tarefas voltadas à minimização do tempo demandado para término de um conjunto de tarefas. O tempo de processamento de lotes (tarefas) com diferentes tamanhos e graus de complexidade é estimado através de curvas de aprendizado, sendo então utilizado em heurísticas para programação de tarefas em equipes de trabalhadores paralelos não relacionados. A heurística recomendada, identificada através de simulação, apresenta um desvio de 4,9% em relação ao tempo de término da sequência ótima de tarefas e conduz a um nível satisfatório de ocupação entre as equipes. A heurística é aplicada em um processo da indústria calçadista


Palavras-chave


Curvas de aprendizado. Programação de tarefas. Máquinas paralelas não relacionadas

Texto completo:

PDF/A ♪AUDIO♪


DOI: https://doi.org/10.14488/1676-1901.v11i3.955

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM


R. Eletr. de Eng. de Produção e Correlatas - ISSN 1676-1901 Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. © 2002 / Todos os direitos reservados Associação Brasileira de Engenharia de Produção (ABEPRO) Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC).                           Contato: producaoonline@gmail.com