Um estudo preliminar sobre as definições e as diferenças dos principais tipos de arranjos empresariais

Anderson Tiago Peixoto Gonçalves, Maria Silene Alexandre Leite, Ricardo Moreira da Silva

Resumo


Com o crescimento da competitividade e das exigências do mercado, diversas empresas têm se organizado conjuntamente com o intuito de formar parcerias, constituindo os chamados Arranjos Empresariais, a fim de que sejam alcançadas vantagens competitivas. Este artigo partiu da necessidade de analisar as definições e as diferenças dos principais tipos de Arranjos Empresariais existentes, visto que na literatura têm sido utilizadas diversas nomenclaturas e classificações, seja em função da forma como o Arranjo é gerido; o modo como está organizado; a conformidade com que os membros exercem suas atividades; a forma como ocorre o fluxo de recursos e informações; o grau de articulação e interação; a forma de organização da produção; e as estratégias adotadas. Trata-se de uma pesquisa básica, descritiva e bibliográfica, a qual buscou coletar nas fontes pertinentes, definições acerca de cada Arranjo, para cumprir o objetivo do artigo que é estudar as definições e as diferenças dos principais tipos de Arranjos Empresariais. Justifica-se o artigo pela escassez de definições uniformizadas na literatura que tornem possível a visualização das diferenças existentes entre cada um dos tipos de Arranjos, principalmente daqueles nos quais as definições mais se assemelham.

Palavras-chave


Arranjos Empresariais. Definições. Diferenças.

Texto completo:

ARTIGO ♪AUDIO♪


DOI: https://doi.org/10.14488/1676-1901.v12i3.993

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM


R. Eletr. de Eng. de Produção e Correlatas - ISSN 1676-1901 Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. © 2002 / Todos os direitos reservados Associação Brasileira de Engenharia de Produção (ABEPRO) Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC).                           Contato: producaoonline@gmail.com