O que favorece a resiliência na cadeia de suprimentos? Insights a partir de uma revisão sistemática de literatura

Flávio Henrique de Oliveira Costa, Andrea Lago da Silva, Carla Roberta Pereira

Resumo


Riscos e vulnerabilidades são fatores intrínsecos a qualquer cadeia de suprimentos. Para superar possíveis problemas gerados por rupturas no fluxo de materiais ao longo das cadeias, gestores e pesquisadores estão cada vez mais interessados em explorar fatores internos e externos que auxiliam a geração de resiliência. Nesse contexto, o objetivo deste estudo foi caracterizar os facilitadores à resiliência na cadeia de suprimentos presentes na literatura e analisar suas possíveis inter-relações. Para tanto, utilizou-se como método de pesquisa uma revisão sistemática de literatura. Como resultado, doze facilitadores foram caracterizados e relacionados, formando três grandes grupos: um relacionado ao capital social e ao conhecimento, outro a resposta à ruptura, e um último agrupamento ligado ao relacionamento e a preparação para rupturas. Trabalhos futuros devem buscar responder empiricamente como os facilitadores mapeados contribuem para a geração de resiliência, fazendo uso de casos críticos nacionais como mercados de produtos de alta variabilidade ou perecíveis.


Palavras-chave


Facilitadores. Gestão da Cadeia de Suprimentos. Resiliência, Revisão Sistemática da Literatura.

Texto completo:

PDF ♪ÁUDIO♪


DOI: https://doi.org/10.14488/1676-1901.v16i3.2223

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM


R. Eletr. de Eng. de Produção e Correlatas - ISSN 1676-1901 Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. © 2002 / Todos os direitos reservados Associação Brasileira de Engenharia de Produção (ABEPRO) Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC).                           Contato: producaoonline@gmail.com