Um panorama sobre os estudos relacionados ao conforto térmico em salas de aula

Nilmar Luís Arenhardt, Paulo Roberto Wander

Resumo


Este trabalho objetiva analisar as características das publicações sobre conforto térmico em salas de aula nas bases de dados Scopus e Web of Science (WOS), identificando as principais fontes, os principais autores e algumas particularidades sobre a produção científica deste tema. O estudo compreende uma revisão bibliográfica que foi realizada a partir de uma pesquisa bibliométrica, na qual por meio de uma análise estatística foi possível mapear e gerar alguns indicadores para o tratamento da informação, constituindo assim, uma abordagem quantitativa e qualitativa. Na base Scopus, foram encontradas 231 publicações relacionadas e na WOS, 135 publicações. Os resultados comparativos mostraram que o número de trabalhos relacionados ao conforto térmico em salas de aula aumentou consideravelmente na última década. Verificou-se que a China é o país com o maior número de publicações. O Brasil surge na 12ª posição na base Scopus e na 10ª posição na base WOS. Também verificou-se a importância do periódico Building and Environment para o tema e que para as salas de aula e ambientes de estudo, há uma estreita relação entre os tópicos conforto térmico, ventilação e qualidade do ar interno, uma vez que estes podem interferir consideravelmente no rendimento e na saúde dos alunos.

Palavras-chave


Conforto térmico. Ensino. Sala de aula. Bibliometria.

Texto completo:

PDF ♪ÁUDIO♪

Referências


AMECKE, H. et al. Buildings Energy Efficiency in China, Germany and the United States. Climate Policy Initiative, abr. 2013. 28p. (CPI Report).

ASHRAE. 2009. ASHRAE Handbook - Fundamentals. American national standards institute; American society of heating, refrigerating and air-conditioning engineers. Atlanta, Georgia. 2009.

ASHRAE STANDARD 55 - 2013. Thermal Environmental Conditions for Human

Occupancy. Atlanta, Georgia: American Society of Heating Refrigerating and Air-

Conditioning Engineers, 2013

BARBHUIYA, S.; BARBHUIYA, S. Thermal comfort and energy consumption in a UK educational building. Building and Environment, v.68, p. 1-11, 2013. https://doi.org/10.1016/j.buildenv.2013.06.002

BATIZ, E. C. et al. Avaliação do conforto térmico no aprendizado: estudo de caso sobre influência na atenção e memória. Produção, v. 19, n. 3, p. 477-488, 2009.

CHUEKE, G. V.; AMATUCCI, M. O que é bibliometria? Uma introdução ao fórum. Revista Eletrônica de Negócios Internacionais, v.10, p. 1-5, mai./ago. 2015.

CORGNATI, Stefano Paolo; FILIPPI, Marco; VIAZZO, Sara. Perception of the thermal environment in high school and university classrooms: subjective preferences and thermal comfort. Building and Environment, v.42, p.951-959, 2007. https://doi.org/10.1016/j.buildenv.2005.10.027

COUTINHO FILHO, E. F. et al. Avaliação do conforto térmico ambiental em uma escola municipal de João Pessoa. In: ECONTRO DE EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA. DESAFIOS DA INDISSOCIABILIDADE ENTRE ENSINO E EXTENSÃO, 9. 2007, João Pessoa: Editora Universitária/UFPB, 2007. Disponível em: . Acesso em: 07 jan. 2016.

FROTA, A. B.; SCHIFFER, S. R. Manual do conforto térmico. 7ª Edição - São Paulo: Studio Nobel, 2003.

GUEDES, V.; BORSCHIVER, S. Bibliometria: uma ferramenta estatística para a gestão da informação e do conhecimento, em sistemas de informação, de comunicação e de avaliação científica e tecnológica. In: CINFORM - ENCONTRO NACIONAL DE CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO, 6., 2005, Salvador. Anais... Salvador: ICI/UFBA, 2005.

HAVERINEN-SHAUGHNESSY, U.; SHAUGHNESSY, R. J. Effects of classroom ventilation rate and temperature on students’ test scores. Plos One, v.10 (8), p. 1-14, ago. 2015.

HIRSCH, J. E. An index to quantify an individual’s scientific research output. Proceedings of the National Academy of Sciences of the United States of America, v. 102, n. 46, p. 16569-16572, 2005. https://doi.org/10.1073/pnas.0507655102

International Organization for Standardization (ISO). ISO 7730:2005 - Ergonomics of the thermal environment - Analytical determination and interpretation of thermal comfort using calculation of the PMV and PPD indices and local thermal comfort criteria; 2005.

JURADO, S. R.; BANKOFF, A. D. P.; SANCHEZ, A. Indoor air quality in brazilian universities. International Journal Environmental Research and Public Health, v. 11, p.7081-7093, 2014. https://doi.org/10.3390/ijerph110707081

KHEDARI, J.; BOONSRI, B.; HIRUNLABH, J. Ventilation impact of a solar chimney on indoor temperature fluctuation and air change in a school building. Energy and Buildings, v.32, p.89-93, 2000. https://doi.org/10.1016/S0378-7788(99)00042-0

KHEDARI, J. et al. Thailand ventilation comfort chart. Energy and Buildings, v.32, p.245-249, 2000. https://doi.org/10.1016/S0378-7788(00)00050-5

KRUGÜER, E. L.; ZANNIN, P. H. T. Acoustic, thermal and luminous comfort in classrooms. Building and Environment, v.39, p. 1055-1063, 2004.

LAMBERTS, R.; DUTRA, L.; PEREIRA, F. O. R. Eficiência energética na arquitetura. 3. ed. Rio de Janeiro: Eletrobrás/Procel, 2014. Disponível em: . Acesso em: 12 jan. 2016

LIN, T.; MATZARAKIS, A.; HWANG, R. Shading effect on long-term outdoor thermal comfort. Building and Environment, v.45, p. 213-221, 2010. https://doi.org/10.1016/j.buildenv.2009.06.002

MUMOVIC, D. et al. Winter indoor air quality, thermal comfort and acoustic performance of newly built secondary schools in England. Building and Environment, v.44, p. 1466-1477, 2008. https://doi.org/10.1016/j.buildenv.2008.06.014

NICO, M. A.; LIUZZI, S.; STEFANIZZI, P. Evaluation of thermal comfort in university classrooms through objective approach and subjective preference analysis. Applied Ergonomics, v.48, p.111-120, 2015. https://doi.org/10.1016/j.apergo.2014.11.013

PASA, C. C. M. U. et al. Avaliação da eficiência energética em edificações e sua relação com os materiais construtivos empregados. Revista Produção Online, v.12, n. 1, p.229-247, 2012. https://doi.org/10.14488/1676-1901.v12i1.873

SARBU, I.; PACURAR, C. Experimental and numerical research to assess indoor environment quality and schoolwork performance in university classrooms. Building and Environment, v.93, p. 141-154, 2015. https://doi.org/10.1016/j.buildenv.2015.06.022

WONG, N. H.; KHOO, S. S. Thermal comfort in classrooms in the tropics. Energy and Buildings, v.35, p.337-351, 2003.

https://doi.org/10.1016/S0378-7788(02)00109-3

YATIM, S. R. M. et al. Thermal comfort in air-conditioned learning environment. In: INTERNATIONAL SYMPOSIUM & EXHIBITION IN SUSTAINABLE ENERGY & ENVIRONMENT, 3., 2011, Melaka. Estados Unidos: IEEE, 2011. Disponível em: . Acesso em: 06 jan. 2016




DOI: https://doi.org/10.14488/1676-1901.v18i3.2989

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM


R. Eletr. de Eng. de Produção e Correlatas - ISSN 1676-1901 Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. © 2002 / Todos os direitos reservados Associação Brasileira de Engenharia de Produção (ABEPRO) Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC).                           Contato: producaoonline@gmail.com