Melhoria do processo de importação a partir de conceitos do lean

Betina Capanema Goulart, Carla Roberta Pereira, Luciana Rosa Leite, Danielle Bond

Resumo


O processo de importação é considerado um processo complexo devido ao alto lead time de suprimento e muita burocracia, ocasionando elevados estoques na importadora. Este artigo apresenta uma proposta de melhoria no processo de suprimentos de itens importados do setor automotivo, a partir da aplicação de conceitos do Lean Office. Para tanto, utilizou-se a ferramenta Mapeamento de Fluxo de Valor (MFV) para entender o fluxo dos itens importados e identificar pontos de desperdício. Assim, foi proposta a utilização de um mix de itens para importação, a partir da demanda do cliente interno e alteração do modal de transporte marítimo para aéreo. Esta proposta possibilitou reduções significativas no estoque e no lead time de entrega, de modo a atender a demanda mais rapidamente, com uma redução de 70% nas atividades que não agregam valor e 73% no tempo total de ciclo do processo de importação. Resultando numa economia anual de R$53.000,00.

Palavras-chave


Processo de importação. Mapeamento de fluxo de valor. Lean office. Lead time. Suprimentos.

Texto completo:

PDF ♪ÁUDIO♪

Referências


ALVES, J. R. X.; ALVES, J. M. Redução do tempo de importação de materiais com o auxílio do mapeamento do fluxo de valor. Latin American Journal of Business Management, Taubaté. v. 3, n. 1, p. 173-194, mar. 2012.

ALVES, J. R. X.; ALVES, J. M.; BERTELLI, C. R. Redução do tempo de ciclo de importação de materiais através da aplicação do mapeamento do fluxo de valor. In: SIMPÓSIO DE ADMINISTRAÇÃO DA PRODUÇÃO, LOGÍSTICA E OPERAÇÕES INTERNACIONAIS, 12., 2009. Anais [...]. São Paulo, SP, 2009. p. 1-16. Disponível em: https://www.simpoi.fgv.br/arquivo/2009/artigos/E2009_T00108_PCN29680.pdf. Acesso em: 25 set. 2017

BALLOU, R. H. Gerenciamento da cadeia de suprimentos: logística empresarial. 5. ed. Porto Alegre: Bookman Editora, 2009.

BIZELLI, J. S.; BARBOSA, R. Noções básicas de importação. São Paulo: Aduaneiras, 2002.

CABRAL, D.; Aplicação do mapeamento de fluxo de valor em uma empresa do setor metal-mecânico. Dissertação (Mestrado) – Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, nov. 2008. Disponível em: https://repositorio.ufsc.br/xmlui/handle/123456789/91477. Acesso em: 09 set. 2015.

CARDOSO, G. O. A.; ALVES, J. M. Análise crítica da implementação do Lean Office: um estudo de casos múltiplos. Gepros: Gestão da Produção, Operações e Sistemas, Bauru. v. 8, n. 1, p. 23, 2013.

CHRISTOPHER, M. Logística e gerenciamento na cadeia de suprimentos. 4. ed. São Paulo: Cengage Learning, 2011.

DANIELSSON, C.B. An explorative review of the Lean office concept. Journal of Corporate Real Estate, v.15, n.3-4, p.167-180, jul./dez.2013. https://doi.org/10.1108/JCRE-02-2013-0007

DE SÁ FRANÇA, S. V. Implementação de Ferramentas de Lean Manufacturing e Lean Office - Indústria metálica, plástica e gabinete de contabilidade. Dissertação (Mestrado) – Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto, Porto, jan. 2013.

DENNIS, P. Produção Lean Simplificada: Um guia para entender o sistema de produção mais poderoso do mundo. Tradução: Rosalia Angelita Neumann Garcia. Porto Alegre: Bookman, 2008.

FERNANDES, F. C. F; GODINHO FILHO, M. Planejamento e controle da produção. São Paulo: Atlas, p. 8-14, 2010.

KAUFMANN, G. O. Transporte aéreo de carga: análise do setor e das tecnologias utilizadas. 2009. 84f. Monografia (Bacharelado em Administração) - Universidade de Brasília, Brasília, 2009.

KEEDI, S. ABC do comércio exterior: abrindo as primeiras páginas. 2. ed. São Paulo: Aduaneiras, 2004.

LIKER, J. K.; MEIER, D. O modelo Toyota-manual de aplicação: um guia prático para a implementação dos 4Ps da Toyota. Porto Alegre: Bookman Editora, 2007.

LOCHER, D. Criando um fluxo lean nos processos de escritório e de serviços. Lean Institute Brasil, São Paulo, jun. 2013. Disponível em: https://www.lean.org.br/comunidade/artigos/pdf/artigo_226.pdf. Acesso em: 08 jul. 2017.

LORANDI, J. A.; BERTAN, R. V.; FERREIRA, L. F. Custo logístico na importação: uma análise comparativa entre modais de transporte. In: Congresso Brasileiro de Custos, 18. 07/09 nov. 2011, Anais [...]. Rio de Janeiro, 2011.

MIGUEL, P. A. C. Adoção do estudo de caso na engenharia de produção. Metodologia de pesquisa em engenharia de produção e gestão de operações. Rio de Janeiro: Elsevier, p. 131-148, 2010.

PACHECO, E. A.; DROHOMERETSKI, E.; CARDOSO, P. A. A decisão do modal de transporte através da metodologia AHP na aplicação da logística enxuta: um estudo de caso. In: CONGRESSO NACIONAL DE EXCELÊNCIA EM GESTÃO, 4., 2008. Anais [...]. Rio de Janeiro: Universidade Federal Fluminense, 2008.

ROTHER, M.; SHOOK, J. Aprendendo a enxergar: mapeando o fluxo de valor para agregar valor e eliminar o desperdício. São Paulo: Lean Institute Brasil, 2003.

Secretaria da Receita Federal do Brasil, Ministério da Fazenda. Apresenta dados e regulamentações sobre importação e exportação. Disponível em: http://idg.receita.fazenda.gov.br/. Acesso em: 08 ago. 2015.

SMALLEY, A. Criando o sistema puxado nivelado: um guia para aperfeiçoamento de sistemas lean de produção, voltado para profissionais de planejamento, operações, controle e engenharia. São Paulo: Lean Institute Brasil, 2005.

TAPPING, D.; SHUKER, T. Lean office: gerenciamento do fluxo de valor para áreas administrativas - 8 passos para planejar, mapear e sustentar melhorias Lean nas áreas administrativas. 1. ed. São Paulo: Editora Hemus, 2010.

TUBINO, D. F. Planejamento e controle da produção: teoria e prática. 3. ed. São Paulo: Atlas, 2017.

WOMACK, J. P.; JONES, D. T. Enxergando o todo: mapeando o fluxo de valor estendido. São Paulo: Lean Institute Brasil, 2004.

YIN, R. K. Case study research: design and methods, thousand oaks, CA: Sage. 4th ed. 2009.




DOI: https://doi.org/10.14488/1676-1901.v19i3.3240

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM


R. Eletr. de Eng. de Produção e Correlatas - ISSN 1676-1901 Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. © 2002 / Todos os direitos reservados Associação Brasileira de Engenharia de Produção (ABEPRO) Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC).                           Contato: producaoonline@gmail.com