Sistemas de logística reversa de pneus, pilhas e baterias implantados no Brasil: uma análise comparativa

Isadora Sanches Goeldner, Barbara Tokarz, Jade Ambrozi, Pedro Henrique Rebellato, Alexandre Borges Fagundes, Delcio Pereira, Fernanda Hänsch Beuren

Resumo


Levando em consideração a problemática dos resíduos sólidos, o Conselho Nacional do Meio Ambiente buscou regulamentar medidas para o manejo e destinação corretos de resíduos que apresentassem risco socioambiental, tais como pilhas, baterias portáteis e pneus inservíveis. Nesse contexto, a logística reversa surge como importante ferramenta para o cumprimento da legislação e consequente redução de impactos ambientais adversos. Para o pleno atendimento a essas demandas, cabem análises acerca dos Sistemas de Logística Reversa quanto às suas práticas, vislumbrando possíveis melhorias. Nesse sentido, este artigo teve como principal objetivo, por meio de pesquisa bibliográfica e levantamento de dados, promover uma comparação entre os Sistemas de Logística Reversa de pilhas, baterias e pneus, pontuando seis tópicos de interesse: Fluxo reverso, Objetivos e metas, Gestão dos Sistemas, Número de postos de coleta, Contrapartida das empresas participantes e Quantidades de resíduos retornadas. Como resultado, inferiram-se pontos negativos e positivos, no tocante às metas e à gestão dos Sistemas pesquisados, trazendo contribuições à área da logística reversa, ressaltando assim a relevância da pesquisa para a elaboração de melhorias no funcionamento dos sistemas.


Palavras-chave


Logística Reversa. Acordos Setoriais. Pneus. Pilhas e Baterias. Política Nacional de Resíduos Sólidos.

Texto completo:

PDF ♪ÁUDIO♪

Referências


ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. ABNT NBR 10004: resíduos sólidos: classificação. Rio de Janeiro, 2004.

ABINEE. Associação Brasileira da Indústria Elétrica e Eletrônica. Relatório Anual ABINEE 2017. Publicado em: fev.2018. Disponível em: http://www.abinee.org.br/programas/imagens/rel2017.pdf. Acesso em: 03 maio 2018.

ABINEE. Associação Brasileira dan Idústria Elétrica e Eletrônica. Panorama Econômico e Desempenho Setorial 2008, 2008. Disponível em: http://www.abinee.org.br. Acesso em: 02 abr. 2018.

ABINEE. Associação Brasileira da Indústria Elétrica e Eletrônica. Programa Abinee Recebe Pilhas: mais de 400 toneladas em quase 3 anos, 2013. Disponível em: http://www.abinee.org.br/noticias/com28.htm. Acesso em: 21 abr. 2018.

ABINEE. Associação Brasileira da Indústria Elétrica e Eletrônica. Programa Abinee Recebe Pilhas: cartilha informativa. Disponível em: http://www.gmcons.com.br/gmclog/downloads/61-Cartilha_Programa_ABINEE_Recebe_Pilhas.pdf. Acesso em: 11 dez. 2017.

ABINEE. Associação Brasileira da Indústria Elétrica e Eletrônica. Logística reversa de pilhas e baterias: cartilha de orientações. Mensagem recebida por: barbaratokarz@icloud.com em 30 mar. 2017 (a).

BATISTA, Leandro J. R.; MONTEIRO, Maria S. L.; SAMPAIO, Dayanne B. Gerenciamento de Pneus (In)Servíveis: Entraves e Possibilidades. Revista Espacios, vol.36 (n° 23) ano 2015. Disponível em: http://www.revistaespacios.com/a15v36n23/15362302.html. Acesso em: 21 abr. 2018.

BRASIL. Decreto nº 7.404, de 23 de dezembro de 2010(a).

BRASIL. Lei nº 12.305, de 02 de agosto de 2010. Institui a Política Nacional de Resíduos Sólidos. Brasília: Diário Oficial da União, 2010. Disponível em: https://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2007-2010/2010/lei/l12305. Acesso em: 27 abr. 2018.

CONAMA. Conselho Nacional do Meio Ambiente. Resolução n° 401, de 4 de novembro de 2008. Publicado em DOU nº 215, de 5 de novembro de 2008, Seção 1, página 108-109. Disponível em: http://www.mma.gov.br/port/conama/legislacao/CONAMA_RES_CONS_2008_401.pdf. Acesso em: 22 abr. 2018.

CONAMA. Conselho Nacional do Meio Ambiente. Resolução nº 257, de 30 de junho de 1999 (a). Publicada no DOU nº 139, de 22 de julho de 1999, pág 28-29. Disponível em: http://www.mma.gov.br/port/conama/legiabre.cfm?codlegi=257. Acesso em: 11 abr. 2018.

CONAMA. Conselho Nacional do Meio Ambiente. Resolução nº 416, de 30 de Setembro de 2009.Publicado em DOU Nº 188, de 01/10/2009, págs. 64-65. Disponível em: http://www.mma.gov.br/port/conama/res/res09/res41609.pdf. Acesso em: 20 abr. 2018.

CONAMA. Conselho Nacional do Meio Ambiente. Resolução nº 258, de 26 de agosto de 1999. Publicada no DOU n° 230, de 2 de dezembro de 1999, Seção 1, página 39. Disponível em: http://www.mma.gov.br/port/conama/res/res99/res25899.html. Acesso em: 16 de abr. de 2018.

DOU. Diário Oficial da União. Instrução Normativa nº 8, de 3 de setembro de 2012.

FAGUNDES, Alexandre B.; TOKARZ, Barbara; PEREIRA, Delcio; BEUREN, Fernanda H.; CAMPOS, Débora B. Logística reversa de pilhas e baterias no Brasil: uma contextualização considerando o Programa ABINEE Recebe Pilhas (PARP). In: Congresso Internacional de Administração, 30., 2017, Ponta Grossa. Anais eletrônicos... Ponta Grossa: UEPG, 2017.

FLORIANI, Marco A.; FURLANETTO, Vinicius C.; SEHNEM, Simone. Descarte sustentável de pneus inservíveis. NAVUS: Revista de Gestão e Tecnologia, 2016, Vol.6(2), pp.37-51 https://doi.org/10.22279/navus.2016.v6n2.p37-51.347

GIL, Antonio C. Como elaborar projetos de pesquisa. 4.ed., São Paulo: Atlas, 2002.

GM&C. Sistema de logística reversa: programa ABINEE recebe pilhas. Disponível em: http://www.gmcons.com.br/gmclog/admin/VisualizarPostosMapaCliente.aspx. Acesso em: 20 mar. 2017.

IBAMA. Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis. Relatório Pneumáticos 2017. Disponível em: http://ibama.gov.br/phocadownload/pneus/relatoriopneumaticos/ibama-relatorio-pneumaticos-2017-nov.pdf. Acesso em: 16 abr. 2018

IBAMA. Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis. Relatório Pneumáticos 2016. Disponível em: http://ibama.gov.br/phocadownload/pneus/relatoriopneumaticos/ibama-relatorio-pneumaticos-2016.pdf. Acesso em 07 de abr. de 2018.

IBAMA. Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis. Instrução Normativa n°1, de outubro de 2009. Disponível em: http://ibama.gov.br/phocadownload/consultapublica/antigos/ibama-minuta_instruo_normativa_pneus.pdf. Acesso em: 22 abr. 2018’

LAKATOS, E. M.; MARCONI, M. A. Técnicas de Pesquisa. 6.ed., São Paulo: Atlas, 2006.

LEITE, Paulo R. Logística reversa: nova área da logística empresarial (1ª parte). Revista Tecnologística, São Paulo, maio 2002. Disponível em: http://meusite.mackenzie.br/leitepr/LOG%CDSTICA%20REVERSA%20-%20NOVA%20%C1REA%20DA%20LOG%CDSTICA%20EMPRESARIAL.pdf. Acesso em: 27 abr. 2018.

LYRIO, Carina S.; CHAVES, Gisele L. D. A legislação efetivamente envolveu os consumidores no descarte adequado de pilhas e baterias. Revista Eletrônica em Gestão, Educação e Tecnologia Ambiental, v. 19, n. 3, p. 222-238, 2015.

MENDES, Henrique M. R.; RUIZ, Mauro S.; FARIA, Ana C. Programa ABINEE recebe pilhas (PARP): A implantação e estágio atual da logística reversa de pilhas e baterias. Encontro Nacional Sobre Gestão Empresarial e Meio Ambiente. São Paulo, 2015.

MENEZES, E. M.; SILVA, E. L. Metodologia da Pesquisa e Elaboração de Dissertação. 4.ed., rev. Atual, Florianópolis: laboratório de ensino a distância da UFSC, 2005.

MMA. Ministério do Meio Ambiente. Gestão de Resíduos: a problemática “resíduos sólidos”. Disponível em: http://www.mma.gov.br/responsabilidade-socioambiental/a3p/eixos-tematicos/gest%C3%A3o-adequada-dos-res%C3%ADduos. Acesso em: 16 abr. 2018.

RECICLANIP. Elementos sobre a destinação ambientalmente adequada de pneumáticos inservíveis. 2008. Disponível em: http://www.mma.gov.br/port/conama/processos/83C56F5F/PropANIP_ElementosDestPneus.pdf. Acesso em: 21 abr. 2018.

RECICLANIP. Entidades Internacionais. Disponível em: http://www.reciclanip.org.br/v3/entidades-internacionais. Acesso em: 21 Abr. 2018(c).

RECICLANIP. Estratégias. Disponível em: http://www.reciclanip.org.br/v3/quem-somos-estrategias. Acesso em: 21 Abr. 2018(b).

RECICLANIP. Industria já recolheu mais de 4 milhões de toneladas de pneus inservíveis. Disponível em: http://www.reciclanip.org.br/v3/releases/industria-ja-recolheu-mais-de-4-milhoes-de-toneladas-de-pneus-inserviveis/88/20161129/. Acesso em: 27 abr. 2018(f).

RECICLANIP. Institucional. Disponível em: http://www.reciclanip.org.br/v3/quem-somos-institucional. Acesso em: 21 abr. 2018.

RECICLANIP. O que são pontos de coleta de pneus. Disponível em: http://www.reciclanip.org.br/v3/pontos-de-coleta-o-que-sao. Acesso em: 21 abr. 2018(d).

RECICLANIP. Para onde vão os pneus inservíveis. Disponível em: http://www.reciclanip.org.br/v3/formas-de-destinacao-para-onde-vao. Acesso em: 21 abr. 2018(a).

ROCHA, Suyene Monteiro da; ROCHA, Renata Rodrigues de Castro; LUSTOSA, Kárita Barros. Política brasileira de resíduos sólidos: reflexões sbore a geração de resíduos e sua gestão no município de Palmas -TO. Revista ESMAT, [S.l.], v. 9, n. 13, p. 29-44, dez. 2017. Disponível em: http://esmat.tjto.jus.br/publicacoes/index.php/revista_esmat/article/view/189. Acesso em: 17 abr. 2018.’ https://doi.org/10.34060/reesmat.v9i13.189

SEMA. Secretaria de Estado do Meio Ambiente e Recursos Hídricos. Termo de Compromisso para responsabilidade pós-consumo de pilhas e baterias portáteis. Termo assinado em 04 de agosto de 2017. Disponível em: http://www.meioambiente.pr.gov.br/arquivos/File/TC_ABINNE_2017.pdf. Acesso em: 12 abr. 2018.




DOI: https://doi.org/10.14488/1676-1901.v20i1.3241

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM


R. Eletr. de Eng. de Produção e Correlatas - ISSN 1676-1901 Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. © 2002 / Todos os direitos reservados Associação Brasileira de Engenharia de Produção (ABEPRO) Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC).                           Contato: producaoonline@gmail.com