Avaliação de implementação lean manufacturing: estudo de caso no setor de manutenção de uma siderúrgica de grande porte

Raimundo Cezário Mota Júnior

Resumo


O Lean Manufacturing tem se mostrado uma importante ferramenta de gestão para organizações que visam competitividade em um mercado cada vez mais exigente e informado. Este artigo apresenta uma avaliação do grau de implementação da filosofia Lean no setor de manutenção de componentes em uma oficina central, situada em uma usina siderúrgica de grande porte localizada no estado de Minas Gerais. Para alcançar o objetivo deste estudo foram realizadas visitas ao setor e entrevistas semiestruturadas com a equipe que trabalha no programa de implementação da filosofia junto aos funcionários. Anexo as entrevistas foram formulados checklists que avaliaram qualiquantitativamente as ferramentas implementadas gerando dessa maneira um gráfico do grau de implementação das mesmas. Apesar de certo grau de subjetividade inerente ao processo de avaliação qualitativo, é possível identificar no artigo, o atual grau de maturidade da filosofia, destacando forças e fraquezas na implementação, sinalizando assim aspectos que merecem especial atenção no processo de aperfeiçoamento do modelo enxuto.


Palavras-chave


Manufatura Enxuta. Sistema Toyota de Produção.

Texto completo:

PDF ♪ÁUDIO♪

Referências


BAMFORD, D.; DEHE, BENJAMIN; LEESE, REBECCA GEORGINA. Partial and iterative lean implementation: two case studies. International Journal of Operations & Production Management, v. 35, n. 5, p. 702-727, 2015. http://dx.doi.org/10.1108/IJOPM-07-2013-0329

BATISTA, J. B.; MUNIZ, J.; BATISTA JÚNIOR, E. D. Análise do sistema Toyota de produção: estudo exploratório em empresas brasileiras do grupo Toyota. In: ENCONTRO NACIONAL DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO. Anais [...]. Rio de Janeiro, 2008.

BHAMU, J.; SANGWAN, K. S. Lean manufacturing: literature review and research issues. International Journal of Operations & Production Management, v. 34, n. 7, p. 876-940, 2014. https://doi.org/10.1108/IJOPM-08-2012-0315

BHASIN, S. Measuring the Leanness of an organization. International Journal of Lean Six Sigma, v.2, n.1, p.55-74, 2011. https://doi.org/10.1108/20401461111119459

BORGES JÚNIOR, C. A.; BARROS, J. G. M.; REIS, A. C. C. PALMEIRA, A. A. Avaliação da melhoria de performance decorrente da implantação da manufatura enxuta na planta s-10 da General Motors do Brasil. In: ENCONTRO NACIONAL DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO. Anais [...], 2004.

BORTOLOTTI, T.; BOSCARI, S.; DANESE, P. Successful lean implementation: organizational culture and soft lean practices. International Journal of Production Economics, v. 160, p. 182-201, 2015. http://dx.doi.org/10.1016/j.ijpe.2014.10.013

CAMACHO-MIÑANO, M.; MOYANO-FUENTES, J.; SACRISTÁN-DÍAZ, M. What can we learn from the evolution of research on lean management assessment? International Journal of Production Research, v. 51, n. 4, p. 1098 - 1116, 2013.

CAMPOS, V. F. TQC: Controle da qualidade total no estilo japonês. 9. ed. Belo Horizonte: Falconi, 2014.

CIL, I.; TURKAN, Y. S. An ANP-based assessment model for lean enterprise transformation. The International Journal of Advanced Manufacturing Technology, v. 64, n. 5-8, p. 1113-1130, 2013. http://dx.doi.org/10.1007/s00170-012-4047-x

DROHOMERETSKI, E., DA COSTA, S., LIMA, E., SILVA, W. Fatores críticos para o sucesso dos seis sigmas: um levantamento do impacto do tempo de empresa e do treinamento na indústria alimentícia. Produção Online, v. 16, n. 2, 2016. https://doi.org/10.14488/1676-1901.v16i2.1949

ESTEVES, R. R., FONTANA, B. R. B., OLIVEIRA, P. T., & SILVA, G. G. M. P. Aplicação da gestão visual como ferramenta de auxílio para o gerenciamento de projetos de arquitetura e engenharia em uma universidade pública. Revista de Gestão e Projetos-GeP, 2016. https://doi.org/10.5585/gep.v6i3.367

GELEI, A., LOSONCI, D., MATYUSZ, Z. Lean production and leadership attributes: the case of Hungarian production managers. Journal of Manufacturing Technology Management, v. 26, n. 4, p. 477 – 500, 2015. https://doi.org/10.1108/JMTM-05-2013-0059

GIESTA, L. C.; MAÇADA, A. C. G. Validação de um instrumento para analisar o sistema de produção enxuta (SPE) na percepção dos funcionários. In: ENCONTRO NACIONAL DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO, 22., 2002. Curitiba. Anais [...]. Curitiba, 2002.

GONÇALVES, Edson. Manutenção industrial: do estratégico ao operacional. Rio de Janeiro: Editora Ciência Moderna Ltda., 2015.

IMAI, Masaaki. Gemba Kaizen: uma abordagem de bom senso à estratégia de melhoria contínua. 2. Ed. Porto Alegre: Bookman, 2014.

INSTITUTO AÇO BRASIL. Dica de leitura. Disponível em: http://www.acobrasil.org.br/site2015/parque.asp. Acesso em: 8 de out. 2017.

JASTI, N. V. K.; KODALI, R. Lean production: literature review and trends. International Journal of Production Research, v. 53, n. 3, p. 867-885, 2015. https://doi.org/10.1080/00207543.2014.937508

LIKER, Jeffrey K. O modelo Toyota: 14 princípios de gestão do maior fabricante do mundo. Bookman Editora, 2016.

LIKER, Jeffrey K.; FRANZ, James K. O modelo Toyota de melhoria contínua, 2013.

LUCATO, W. C. et al. Performance evaluation of lean manufacturing implementation in Brazil. International Journal of Productivity and Performance Management, v. 63, n. 5, p. 529-549, 2014. https://doi.org/10.1108/IJPPM-04-2013-0085

LUSTOSA, L.; MESQUITA, M. A.; OVELHAS O.; OLIVEIRA R. J.; Planejamento e Controle da Produção. Rio de Janeiro: Elsevier, 2011.

MARCHWINSKI, C.; SHOOK, J. Léxico Lean: glossário ilustrado para praticantes do pensamento lean. 5. ed. São Paulo: Lean Enterprise Institute, 2011.

MARCONI, Mariana de Andrade; LAKATOS, Eva Maria. Fundamentos de metodologia científica. 8. ed. São Paulo: Atlas, 2017.

MARODIN, G. A.; SAURIN, T. A. Implementing lean production systems: research areas and opportunities for future studies. International Journal of Production Research, v. 51, n. 22, p. 6663-6680, 2013. http://dx.doi.org/10.1080/00207543.2013.826831

MONDEN, Ysuhiro. Sistema Toyota de Produção: uma abordagem estratégica. Bookman Editora, 2015.

NETLAND, T. H.; SCHLOETZER, J. D.; FERDOWS, K. Implementing corporate lean programs: the effect of management control practices. Journal of Operations Management, v. 36, p. 90-102, 2015. https://doi.org/10.1016/j.jom.2015.03.005

NOGUEIRA, M. G. S. Proposta de método para a avaliação e desempenho de práticas da Produção Enxuta: ADPPE. Dissertação (Mestrado) - Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Produção – Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Porto Alegre, 2007.

ROTHER, Mike. Toyota Kata: Gerenciando pessoas para melhoria, adaptabilidade e resultados excepcionais. Porto Alegre: Bookman, 2010.

SANTOS, Luciano Costa et al. Identificação e avaliação de práticas de produção enxuta em empresas calçadistas do estado da Paraíba. Revista Produção Online, v. 17, n. 1, p. 176, 2017. https://doi.org/10.14488/1676-1901.v17i1.2403

SAURIN, T. A.; FERREIRA, C. F. Avaliação qualitativa da implantação de práticas da produção enxuta: estudo de caso em uma fábrica de máquinas agrícolas. Gestão & Produção, v. 15, n. 3, p. 449-462, 2008. https://doi.org/10.1590/S0104-530X2008000300003

SEVERINO, A. JOAQUIM. Metodologia do trabalho cientifico [livro eletrônico]. 1. ed. São Paulo: Cortez, 2013.

SHINGO, S. O Sistema Toyota de produção: do ponto de vista da engenharia de produção. 2. ed. Porto Alegre: Bookman, 1996.

SILVA, José Pereira da. Análise financeira das empresas. 13. ed. Mason: South-Western Cengage Learning, 2016.

SINGH, B.; GARG, S. K.; SHARMA, S. K. Development of index for measuring leanness: study of an Indian auto component industry. Measuring Business Excellence, v. 14, n. 2, p. 46-53, 2010. http://dx.doi.org/10.1108/13683041011047858

SLACK, N. et al. Administração da produção. 4. ed. São Paulo: Atlas, 2015.

STANIO, M.; Uatanabe, P.; Suzuki, J. & Faria, A. Implantação da gestão por processos em uma pequena empresa de base tecnológica: diferencial de competitividade: Revista Eletrônica Produção & Engenharia, v. 4, n. 2, p. 433-442, Jan./Jun. 2013. https://doi.org/10.18407/issn.1983-9952.2013.v4.n2.p433-442

SUSILAWATI, A. et al. Fuzzy logic based method to measure degree of lean activity in manufacturing industry. Journal of Manufacturing Systems, v. 34, p. 1-11, 2015. https://doi.org/10.1016/j.jmsy.2014.09.007

TEIXEIRA, Edson Sidnei Maciel; MELIM, José Maria. Proposta de cálculo de graus de maturidade da cultura lean. In:. CONGRESSO DE SISTEMAS LEAN, 4.. Anais [...]. Porto Alegre, 2014. p. 696-710.

VERGARA, S. C. Projetos e relatórios de pesquisa em administração. 16.ed. Rio de Janeiro: Atlas, 2016.

WALTER, O. M. F. C.; TUBINO, D. F. Métodos de avaliação da implantação da manufatura enxuta: uma revisão da literatura e classificação. Gestão & Produção, v. 20, n. 1, p. 23-45, 2013. https://doi.org/10.1590/S0104-530X2013000100003

WOMACK, J. P.; JONES, D. T. A mentalidade enxuta nas empresas: elimine o desperdício e crie riqueza. Rio de Janeiro: Elsevier, 2004 – 13 Reimpressão.

WOMACK, J. P.; JONES, D. T.; ROOS, D. A máquina que mudou o mundo. Rio de Janeiro: Campus, 2004.

WOMACK, J; JONES, D. T. Lean thinking: banish waste and create wealth in your corporation. 2. Ed. Free Press: New York, 2002.

SATOLO, EG; CALARGE, FC; JAA SALLES, NC MAESTRELLI, M. PAPA, CO, AJ ABACKERLI. Uma análise sobre questões atuais do Sistema Lean Production: um estudo exploratório de um site internacional de discussões. In: SIMPÓSIO INTERNACIONAL DE ENGENHARIA AUTOMOTIVA. Anais [...]. 2007.




DOI: https://doi.org/10.14488/1676-1901.v19i3.3360

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM


R. Eletr. de Eng. de Produção e Correlatas - ISSN 1676-1901 Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. © 2002 / Todos os direitos reservados Associação Brasileira de Engenharia de Produção (ABEPRO) Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC).                           Contato: producaoonline@gmail.com