Desenvolvimento de um modelo computacional para avaliação dos efeitos da implantação e estímulo a práticas de reciclagem no município de Cacequi/RS

Autores

  • Ruan Brum Carames Prefeitura Municipal de Cacequi
  • Eugênio de Oliveira Simonetto Universidade Federal de Santa Maria
  • Glauco Oliveira Rodrigues Universidade Federal de Santa Maria

DOI:

https://doi.org/10.14488/1676-1901.v19i4.3405

Palavras-chave:

Dinâmica de Sistemas. Modelagem Computacional. Resíduos Sólidos. Reciclagem. Simulação Computacional.

Resumo

Este artigo objetiva demonstrar os impactos do estímulo a reciclagem dos resíduos sólidos urbanos produzidos no Município de Cacequi. Utilizando-se de estudos sobre o assunto e informações do próprio município, projetaram-se cenários idealizados de reciclagem em um sistema de simulação computacional, a fim de avaliação dos resultados apurados, visando facilitar a tomada de decisão pelo Executivo Municipal. Foram projetados os seguintes cenários: 1) sem reciclagem; 2)  13% de reciclagem; 3) 30% de reciclagem; e 4) 40% de reciclagem. As simulações foram realizadas com base nos principais resíduos sólidos coletados pelos catadores: plásticos, papéis, materiais ferrosos e alumínio. O objetivo principal esta pautado na verificação dos resultados simulados nos cenários, referentes a três fatores que envolvem o tema abordado, o custo total mensal da coleta de resíduos, o resíduo sólido urbano gerado e o ganho potencial bruto com reciclagem, fatores que possuem forte impacto socioambientais, em função da redução do descarte de rejeito e pela inclusão social por meio da geração de emprego e renda. 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Ruan Brum Carames, Prefeitura Municipal de Cacequi

Possui graduação em Análise e Desenvolvimento de Sistemas pelo Instituto Federal Farroupilha Campus São Vicente do Sul/RS(2012). Tem experiência na área de Mercado Financeiro e de Capitais, com ênfase em Gestão de Recursos Financeiros de RPPS. Atua como Presidente e Gestor de Recursos do Fundo de Previdência Social dos servidores Efetivos do Município de Cacequi/RS - FPSM desde 2011; Possui Certificação CPA Série 10 e 20 da Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais - ANBIMA e Certificação de Gestor de Regime Próprio de Previdência Social - CGRPPS da Associação dos Analistas e Profissionais de Investimento do Mercado de Capitais - APIMEC.

Eugênio de Oliveira Simonetto, Universidade Federal de Santa Maria

Possui graduação em Análise de Sistemas pela Universidade Católica de Pelotas (1995), mestrado em Ciência da Computação pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (1998), doutorado em Administração (Área: Sistemas de Informação e Apoio à Decisão) pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (2004) e estágio pós-doutoral sênior em Produção e Sistemas na Universidade do Minho (Portugal). Atualmente é professor adjunto no Departamento de Ciências Administrativas da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM). Tem experiência na área de modelagem de sistemas de apoio a decisão.

Glauco Oliveira Rodrigues, Universidade Federal de Santa Maria

Possui graduação em Redes de Computadores pela Universidade Federal de Santa Maria (2014). Mestrado em Administração pela Universidade Federal de Santa Maria(2016) e Doutorando pela Universidade Federal de Santa Maria. Tem experiência na área de Ciência da Computação, com ênfase em Redes de Computadores, participante de pesquisa na área de Sistemas de Informação, Pesquisa Operacional e Sustentabilidade Ambiental, atuando principalmente nos seguintes temas: modelagem de sistemas complexos e ambientais.

Referências

ABRELPE - Associação Brasileira de Empresas de Limpeza Pública e Resíduos Especiais. 2016. Panorama dos resíduos sólidos no Brasil. Disponível em: http://www.abrelpe.org.br/Panorama/panorama2016.pdf. Acesso em: 25 maio 2018.

BESEN, Gina. Coleta seletiva com inclusão de catadores: construção participativa de indicadores e índices de sustentabilidade. 2011. Tese (Doutorado em Saúde Pública) – Universidade de São Paulo, São Paulo, 2011. Disponível em: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/6/6134/tde-28032011-135250/GinaRizpahBesen .php. Acesso em: 23 mai. 2018.

BRASIL. Decreto Federal nº 7.404, de 23 de dezembro de 2010 - Regulamenta a Lei no 12.305, de 2 de agosto de 2010, que institui a Política Nacional de Resíduos Sólidos, cria o Comitê Interministerial da Política Nacional de Resíduos Sólidos e o Comitê Orientador para a Implantação dos Sistemas de Logística Reversa, e dá outras providências. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2007-2010/2010/decreto/d7404.htm. Acesso em: 25 maio 2018.

BRASIL. Lei Federal nº 12.305, de 02 de agosto de 2010. Institui a Política Nacional de Resíduos Sólidos; altera a Lei no 9.605, de 12 de fevereiro de 1998; e dá outras providências. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2007-2010/2010/lei/l12305.htm. Acesso em: 25 maio 2018.

CACEQUI. Plano municipal de gerenciamento de resíduos sólidos de Cacequi/RS. 2012.

CACEQUI - Edital de Concorrência nº 01/2018 - Processo nº 30.61.2018. 2018. Disponível em: http://www.cacequi.rs.gov.br/pdfs/concorrencia/CONCORRENCIA-01-18-LIXO.pdf.

CEMPRE - Compromisso Empresarial para Reciclagem. 2014. Guia da coleta seletiva de lixo. Disponível em: http://cempre.org.br/artigo-publicacao/artigos. Acesso em: 22 maio 2018.

DAGNINO, RENATO PEIXOTO. Planejamento estratégico governamental. Florianópolis: Departamento de Ciências da Administração / UFSC; [Brasília]: CAPES: UAB, 2009. 166p.

GODOY, M. B. R. B. Dificuldades para aplicar a Lei da política nacional de resíduos sólidos no Brasil. Caderno de Geografia, v. 23, n. 39, p.1–12, 2013.

IPEA - Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada. 2017. A organização coletiva de catadores de material reciclável no Brasil: dilemas e potencialidades sob a ótica da economia solidária. Disponível em: http://www.ipea.gov.br/portal/images/stories/PDFs/TDs/td_2268.pdf. Acesso em: 26 maio 2018.

IPEA - Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada. 2012. Os que sobrevivem do lixo. Disponível em: http://www.ipea.gov.br/portal/images/stories/PDFs/relatoriopesquisa/121009

_ relatorio_residuos_solidos_urbanos.pdf. Acesso em: 26 maio 2018.

LAW, A. M. Simulation modeling and analysis. 5. ed. Boston: McGraw-Hill, 2015.

MINISTÉRIO DO MEIO AMBIENTE. Plano nacional de resíduos sólidos. 2012. Disponível em: http://www.mma.gov.br/estruturas/253/_publicacao/253_publicacao02022012041757.pdf. Acesso em: 25 maio 2018.

MINISTÉRIO DO MEIO AMBIENTE. Guia para elaboração dos planos de gestão de resíduos sólidos. 2011. Disponível em: http://www.mma.gov.br/estruturas/srhu_urbano/_arquivos/ guia_elaborao_plano_de_ gesto_de_resduos_rev_29 nov11_125.pdf. Acesso em: 25 maio 2018.

NETO, T. J. P. A política nacional de resíduos sólidos: os reflexos nas cooperativas de catadores e a logística reversa. Revista Diálogo, v. 18, p. 77-96, 2011.

OLIVEIRA, T.B.; GALVÃO JUNIOR, A.C. Planejamento municipal na gestão dos resíduos sólidos urbanos e na organização da coleta seletiva. Eng Sanit Ambient., v.21, n.1, p. 55-64, jan./mar., 2016. https://doi.org/10.1590/S1413-41520201600100155929

REIS, P. T. B. et al. Gestão de resíduos sólidos urbanos em municípios do Brasil: uma revisão dos métodos de avaliação. Revista Internacional de Ciências, Rio de Janeiro, v. 06, n. 02, p. 137 - 146, jul./dez. 2016. https://doi.org/10.12957/ric.2016.20753

RUA, Maria das Graças. Políticas públicas. Florianópolis: Departamento de Ciências da Administração / UFSC; [Brasília]: CAPES: UAB, 2009. 130p.

SIMONETTO, E. O. et al. Um modelo de dinâmica de sistemas para avaliação do reaproveitamento de resíduos eletrônicos na remanufatura de computadores em uma instituição de ensino superior. Exacta – EP, São Paulo, v. 14, n. 3, p. 385-402, 2016. https://doi.org/10.5585/exactaep.v14n3.6404

TCE/RS - Tribunal de Contas do Estado do Rio Grande do Sul. Orientação técnica serviços de coleta de resíduos sólidos domiciliares. 2017.Disponível em: http://www1.tce.rs.gov.br/portal/page/portal/tcers/publicacoes/orientacoes_gestores. Acesso em: 26 maio 2018.

UFSM - Universidade Federal de Santa Maria. Projeto pedagógico do curso de especialização em gestão pública-CEGP. 2015. Disponível em: https://nte.ufsm.br/images/identidade_visual/PPCGestoPublica2016.pdf. Acesso em: 26 maio 2018.

VENTANA SYSTEMS. Vensim simulation software. Disponível em: http://www.vensim.com. Acesso em: 23 maio 2018.

Publicado

2019-12-16

Como Citar

Carames, R. B., Simonetto, E. de O., & Rodrigues, G. O. (2019). Desenvolvimento de um modelo computacional para avaliação dos efeitos da implantação e estímulo a práticas de reciclagem no município de Cacequi/RS. Revista Produção Online, 19(4), 1289–1303. https://doi.org/10.14488/1676-1901.v19i4.3405

Edição

Seção

Artigos